BLOG

176
LEIA MAIS >

O que você gostaria de comemorar no Dia Internacional da Mulher? Certamente que inúmeras mulheres gostariam de celebrar sua independência financeira neste dia.

Enquanto muitas já conquistaram esse sonho, outras ainda buscam meios de empreender e aumentar a renda mensal. Por isso o mercado sex shop vem ganhando novas revendedoras a cada dia.

Afinal, esse é um segmento que cresce a passos largos, sendo impulsionado pela quebra de tabus e pela vontade das pessoas de terem mais prazer no sexo.

Alguns estudos mostram que o mercado erótico realmente tem muito a contribuir com a indepedência das mulheres. E não é apenas no âmbito sexual, mas também na parte financeira!

Você também deseja obter essa liberdade e crescimento profissional? Então veja como alcançar isso vendendo produtos sensuais!

Produtos eróticos beneficiam o sexo e o bolso!

Até pouco anos, o mercado de produtos sensuais era visto como algo vulgar e pouco acessível para a maioria das pessoas. No entanto, o que se vê atualmente é um movimento que vai ao encontro do segmento sex shop.

A atração pelo maior consumo de produtos e cosméticos sex shop começou a acontecer com a percepção de que o sexo não é algo vulgar ou proibido. Pelo contrário! A vida sexual ativa promove mais saúde física e mental para os casais, aumentando a autoestima e o autoconhecimento corporal.

Além disso, os acessórios eróticos, como vibradores e masturbadores, potencializam o prazer, sendo aliados de quem está sem parceiro (a).

Ou seja, com tantos pontos positivos assim, o crescimento nas vendas foi uma doce consequência. Bom para os fornecedores e melhor ainda para as revendedoras!

Segmento erótico oferece liberdade e autonomia profissional

Uma matéria recente do site Isto É Independente abordou a história da Laís Conter, uma das sócias da startup Tela Preta e criadora do projeto Me Lambe.

Formada em Arquitetura e Urbanismo, Laís largou a carreira para empreender no mercado sensual.

E ela não se arrependeu nem um pouco disso. Além de conquistar sua independência financeira, a empresária se diz mais realizada com o novo trabalho. De fato, o reconhecimento do público, a autonomia e a liberdade de horários são motivadores para ela.

Com histórias assim, você pode se inspirar e criar uma nova jornada de carreira para você. Que tal? A Loja do Desejo tem algumas dicas para você começar a trabalhar no setor erótico!

Comece seu negócio no mercado sex shop com a revenda de produtos

Você não precisa dispor de um alto valor de investimento para começar a empreender no setor: muitas empreendedoras de sucesso iniciaram comprando alguns produtos e formando um catálogo erótico.

Em seguida, passaram a divulgar seus cosméticos, acessórios sensuais, lingeries e sex toys para amigas e familiares. Mas, atualmente, você tem mais recursos e ferramentas para expandir suas vendas: redes sociais, site, blog, Whatsapp e até eventos online gratuitos.

Ou seja, é possível criar um chá de lingerie virtual, por exemplo, com pessoas do Brasil todo! Mas, o mais importante é:

  • Não ter medo de arriscar;
  • Não ter vergonha de oferecer os itens sensuais;
  • Criar canais de comunicação com seus possíveis clientes;
  • Manter um catálogo variados de produtos;
  • Usar todas as ferramentas tecnológicas que tiver ao seu dispor;
  • Buscar bons fornecedores, que ofereçam boas condições de pagamento.

Por fim, lembre-se de contar com a Loja do Desejo para realizar seu desejo de empreender e gerar uma nova fonte de renda! Acesse nosso site e confira nossos produtos eróticos e brinquedinhos sensuais!

Aviso Sobre Cookies:

Esse site utiliza cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.